quarta-feira, maio 31, 2006






BANDA ZIL - ZIL
Grupo formado por Zé Renato, Claudio Nucci, Ricardo Silveira, Marcos Ariel, Zé Nogueira, Jurim Moreira e João Batista. Em 1987, gravou o LP "Zil", contendo as canções "Tupete" (Claudio Nucci e Zé Renato), "Benefício" e "Pegadas frescas", ambas de Hamilton Vaz Pereira e Zé Renato, "Jequié" (Moacir Santos e Aldir Blanc), "Suíte gaúcha" (Marcos Ariel), "Ânima" (Milton Nascimento e Zé Renato) e "Maromba" (Paulinho Soledade e Ricardo Silveira). O disco teve produção musical de Zé Nogueira, João Batista e Paulo Albuquerque e foi lançado pela gravadora Continental. No ano seguinte, foi relançado em CD, pela PolyGram americana, nos Estados Unidos, Europa e Japão, acrescido da faixa "Zarabatanat" (Zé Renato). A relação de músicas postadas abaixo é do cd importado.
Fonte: Dicionario Cravo Albin da MPB (exceto comentário da faixa Zarabatana)
SONG LIST:
1 - Song for the rainforest (tupete)
2 - For you (benefício)
3 - Suite Gaúcha4 - Jequié
5 - Zarabatana (bônus track incluso somente no cd importado)
6 - Anima
7 - Maromba
8 - Fresh footprints (pegadas frescas)
Your file ZIL.rar (47598 KB) is now online.
http://rapidshare.de/files/21220383/ZIL.rar.html

15 Comments:

At 3:43 AM, Anonymous Rodrigo said...

Alguém tem a contracapa desse disco? Se tiver e puder me mandar agradeço imensamente rodrigooferr@gmail.com


ps. o disco é maravilhoso!

 
At 12:40 PM, Anonymous Anônimo said...

I'm impressed with your site, very nice graphics!
»

 
At 5:14 AM, Anonymous Anônimo said...

Nice colors. Keep up the good work. thnx!
»

 
At 7:01 PM, Blogger Kishinho said...

thanks a lot.

 
At 11:27 PM, Anonymous Anônimo said...

I really enjoyed looking at your site, I found it very helpful indeed, keep up the good work.
»

 
At 1:15 AM, Anonymous Anônimo said...

Great site lots of usefull infomation here.
»

 
At 4:59 AM, Anonymous Anônimo said...

I find some information here.

 
At 2:05 PM, Anonymous Jacques said...

Caro Kishinho,

Primeiro, quero dizer que acho muito legal o teu site, sem dúvida é um dos melhores porque, além dos links, traz também os nomes das faixas, e quase sempre uma preciosa informação adicional, o que é muito útil pra nos / me ajudar a situar o tipo de som da obra. Enfim, você é muito cuidadoso e atento a esses detalhes tão necessários quanto, em geral, negligenciados.

Meus mais sinceros agradecimentos e parabéns pelo capricho.

Mas como pobre nunca bate na porta só pra dizer "bom-dia"... será que o sinhô tem um pão véio aí?

[Hehe... brincadeirinha boba pra te ajudar a esquecer dos impostos...]

Agora, de volta ao assunto.

O lance é que eu acabei de tentar baixar esse disco da Banda Zil (postado em Maio 2006) e o link já expirou.

[Bem, "expirou" é melhor do que ex-pirado, né?]

Será que você poderia reativar (eu ia escrever "reuploadar", mas achei que você iria pedir minha internação sem direito a fiança, então esquece que leu esse monstro colonizado aqui...) o link? Há muito que tenho procurado por esse disco, e só achei aqui.

Quer dizer, achei a capa, né? ;-)))

Porque até agora só posso olhar pra ela e imaginar como seria legal ouvir o disco... hehehe...

Se isso puder ser feito (e, sim, eu sei que alguns links são de outras fontes, fora do teu arquivo), ficarei mais feliz do que papa-defunto em desastre de trem...

Bem, repito os cumprimentos e de antemão te agradeço por qualquer ajuda nesse sentido.

Um grande abraço,

Jacques

 
At 1:00 PM, Anonymous Gilberto Manhães said...

Ola, Vc teria como reativar o link?

Obrigado,

 
At 9:55 PM, Anonymous Anônimo said...

please reupload the link in rapidshare thanks

 
At 8:06 PM, Anonymous Anônimo said...

Oi, tentei o link do rapidshare, não consta o arquivo. Vc. poderia reativar, ou indicar outro link? Obrigado!!!

Bill

 
At 11:55 PM, Blogger marcio said...

lembro deste disco. Um sonzaço. Pena que o link não esteja mais funcionando. Alguém tem os arquivos?

 
At 7:36 PM, Anonymous Anônimo said...

como faço para gravar este disco que muito sinto saudades?
abaixo, uma mini crônica que escrevi há dez anos:

DO BENEFÍCIO

(20.05.2001)



“A vida é mais que um vício delicado
A vida é bem difícil
Diante desse abismo
Um benefício”
(Benefício, de Zé Renato e Hamilton Vaz Pereira)



Num certo dia bonito, à beira de um precipício... Foi assim que cheguei a Visconde de Mauá, no estado do Rio, em Abril de 2001.
Em toda a região, permanece a essência natural de pássaro-árvore, peixe-rio; e o clima de montanha da estrutura local que tanto lhe deu fama.
Ali, ‘Num certo dia banal’, dei de cara com o trabalho instrumental “Visconde de Mauá”, de Marcos Ariel. Isto me trouxe à lembrança a Banda Zil – projeto e álbum único de Zé Renato, Cláudio Nucci, Ricardo Silveira, Nico Assunção e do próprio Marcos Ariel, jazzistas fantásticos e esquecidos pelo amargor do tempo e da mídia comercial.
Banda Zil não foi só um trabalho. Foi, sobretudo, um movimento do jazz brasileiro. Onde não podem ser esquecidos Toninho Horta, Léo Gandelman, Mario Neto, e muitos outros.
Eu tenho o dom de voltar, o vídeo de volta ao início. O dom de agradar. Não sou difícil; um benefício
No entanto, a grande surpresa musical ainda estaria por vir: vindo de uma caminhada, li num letreiro: Cláudio Nucci – hoje, às 23:00h. Caramba! Será que estarão todos aqui?!.
Muitos não entendem. Porém, essa musicalidade era nossa linguagem, nossas vozes, nossas palavras. Nosso sábado, nosso domingo e, também, nossa segunda-feira.
Portanto, Diante desse abismo (...) esqueço as marcas dos passaportes (...) volto o vídeo ao início, trazendo de volta os Baixos; do Leblon, da Gávea e do ‘irado’ Nico Assunção
Enfim, chego ao show. Nucci entra e começa a tocar seus clássicos. Em seguida, convida um “ás” da clarineta e do chorinho dos sábados de Laranjeiras, Marcelo Bernardes.
Foi então que, já no bis, empolgado com a maravilha daqueles dois, alguém mandou a seguinte pérola: “Aí, Cláudio! Faz um duelo com ele!”
Seu comentário não resistiu à picardia do Boca Livre: “Cara, nossos instrumentos são muito delicados para isso”. O ambiente ‘veio abaixo’! No clima descontraído, aproveitei para tomar coragem e mandei: “Toca Benefício!”.
‘Grande pedida! Benefício, de Zé Renato!’ Daí, começou a tocar.
Era tudo o que queria ouvir...

* * *

Maringá estava às escuras, quando saí. Acabara a energia. Na verdade, a estrutura do município já não dava vazão ao seu crescimento.
Tarde da noite, ninguém na rua. Somente eu, grilos cantantes, sapos seresteiros e o som das copas ao vento, com cheiro de verde.
Como escapar de refletir sobre o cosmos e sua infinidade; sua riqueza de possibilidades?
Olhando o céu, pisando o chão...
A vida é mais que um vício delicado. A vida é bem difícil.
Mas, é a vida.
Um benefício.

walter moreno

 
At 9:58 PM, Anonymous candre847 said...

Eu tentei baixar no Rapidshare, mas o arquivo não está mais lá.

 
At 6:58 AM, Anonymous Anônimo said...

Pessoal. Dizem que "Quem ajuda amigo é", então:
Querem cópia deste disco assim como muitas pérolas da MPB?
Visitem o site, "Um que Tenha" http://umquetenha.org/uqt/category/banda-zil/

Abraços, saudações e boa pescaria.
Oswaldof@gmail.com

 

Postar um comentário

<< Home

Free Counter
hit Counter